sexta-feira, fevereiro 03, 2012

Lasanha de abobrinhas


Que tal inovar na apresentação de suas lasanhas? Essa leva abrobrinha finamente fatiada (e crua mesmo!), ricota, tomate e um delicioso pesto. Um prato leve, lindo e perfeito para o verão brasileiro. E ainda é muito prática e rápida de fazer!

Comece fazendo um molho de tomates usando: 1 xícara de tomates secos, hidratados em água por pelo menos 1/2 hora, ½ xícara de tomates cereja (ou 1 tomate pequeno maduro, em cubos), 1/2 cebola pequena picada, 1 dente de alho pequeno, 1 colher de sopa de suco de limão, 1/4 xícara de azeite extra-virgem de oliva, 1 colher de chá de sal marinho e pimenta calabresa a gosto. É só bater tudo rapidamente no liquidicador (em velocidade baixa) até ficar homogêneo. Reserve.

Para fazer o pesto bata no liquidificador: 1 1/2 xícaras de folhas de manjericão, 1/2 xícara de nozes, 4 colheres de sopa de azeite, 1 colher de chá de sal, 1 pitada de pimenta do reino. Vá colocando água se preciso for para ajustar a consistência. Reserve.

Fatie na mandoline: 1 abobrinha grande (fatias bem fininhas no sentido do comprimento) e 2 tomates médios e reserve.

Amasse bem com um garfo cerca de 1 xícara de ricota fresca e tempere-a com sal, pimenta, 1 colher (sopa) de suco de limão e uma pitada de noz moscada.

Montagem:

Comece por colocar três fatias de abobrinha uma ao lado da outra para formar sua “base”. Pincele a abobrinha levemente com azeite, espalhe aproximadamente 1/2 colher de chá de molho de tomate sobre a abobrinha. Em seguida, coloque pequenas porções do pesto e da ricota. Coloque 1 fatia de tomate sobre a camada e polvilhe com uma pitada de orégano e tomilho. Repita o processo até completar umas quatro camadas e finalize com folhas de manejricão.

Pode ser servida na hora ou descansar por até uma hora. A abobrinha entra na receita crua mesmo, fatiada finamente, mas você pode aferventar levemente as fatias se desejar.

Receita retirada do Blog da UTILPLAST
http://www.blogdautilplast.com.br/

quinta-feira, novembro 25, 2010

sexta-feira, agosto 20, 2010

Bolo de laranja com casquinha de laranja caramelizada.






Esta é uma receita muito simples, a dica é a cobertura.

Antes de cortar as laranjas para adquirir o suco, eu descasquei em lascas bem finas, evitando a parte branca.

Depois passei as casquinhas por fervura duas vezes. Não entendeu?

Então... Eu coloquei as casquinhas na água fervente e deixei por 5 minutos, joguei a água fora e dei outra fervura!

Depois passei por água fria e levei ao fogo numa panela com meia xícara de chá de açúcar. Depois que caramelizou eu acrescentei o suco de mais uma laranja.

Quando o bolo saiu do fogo eu espalhei por cima.

Agora vamos a receita:

3 xícaras de farinha de trigo
2 xícaras de açúcar
3 0v0s
200 gramas de manteiga sem sal
1 copo de suco de laranja (eu usei laranja baha, pois é mais doce)
1 colher de sopa de fermento em pó.
Primeiro bater as gemas com o áçucar.

Depois acrescente a manteiga, bata mais um pouco até ficar um creme.

Adicione a farinha e o suco de laranja alternadamente.

Depois de bem misturada junte o fermento e as claras em neve de-li-ca-da-men-te!

Forma untada e enfarinhada.

Forno 180º

No meu forno que é elétrico levou 35 minutos.

Depois que sair do forno deixe esfriar um pouco na forma antes de retirar da para não rachar e só então espalhe a calda de casquinha de laranja caramelizada por cima.

segunda-feira, fevereiro 08, 2010

Novo endereço: http://culinariadazefinha.wordpress.com

ESTOU COM NOVO ENDEREÇO,
NÃO DEIXE DE ME VISITAR:
http://culinariadazefinha.wordpress.com/


Pudim de Couve flor



Pode ser servida como entrada.
Junto com uma saladinha, substitui uma refeição leve.

Ingredientes:

½ couve-flor média
½ xícara (chá) de ervilhas frescas
2 gemas -
3 colheres (sopa) de azeite de oliva espanhol
4 colheres (sopa) de farinha de trigo
1 colher (chá) de fermento em pó
4 colheres (sopa) de leite desnatado
2 claras batidas em neve
2 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado
Sal a gosto


Modo de Fazer
Separe somente os buquês com os talos mais macios da couve-flor,
coloque em uma panela com 1 litro de água fervente e sal.
Cozinhe por 15 minutos, retire do fogo, escorra a água e pique a couve-flor.
Escalde as ervilhas em água fervente e reserve.
Bata por 3 minutos na batedeira as gemas e a metade do azeite de oliva.
Junte, aos poucos, a farinha de trigo e o fermento, alternando com o leite.
Misture com cuidado a couve-flor, as ervilhas, as claras e o sal.
Despeje nas assadeiras ou como fiz, em duas pequenas caçarolas da Le Creuset
untadas com 2 colheres (chá) de azeite de oliva . Polvilhe o queijo.
Leve ao forno preaquecido em temperatura média (180ºC), em banho-maria, por 25 minutos
ou até que enfiando um palito nos pudins ele saia limpo.
Retire do forno e deixe amornar.

segunda-feira, outubro 05, 2009

MUDANDO DE ENDEREÇO

Vou mudar aos poucos para este endereço, pois no meu outro espaço

http://culinariadazefinha.wordpress.com/

tenho limitada a administração em html e também no armazenamento de imagens.
Desculpem qualquer transtorno.

domingo, setembro 13, 2009

Maionese de Lagosta



Ingredientes:

2 lagostas grandes
1 kilo de batatas
1 cebola cortada em fatias bem finas ou bem picadas (prefiro em fatias)
2 ovos cozidos
1 maçã ácida em cubos (faça na hora ou bem próximo de agregar às batatas para que não escureçam, se quiser coloque um pouco de suco de limão).
azeitonas verdes picadas
Molho:

maionese à gosto
molho inglês
tabasco (pimenta)
mostarda
creme de leite fresco de preferência, mais ou menos 1/4 de xícara de chá.
Obs.: as quantidades do molho variam de acordo com o gosto de cada um.


Preparo:

Cozinhe as lagostas com sal (de preferência no vapor).

Depois de cozidas corte a casca por baixo retirando a carne com cuidado, pois esta será aproveitada para enfeitar o prato.

Corte a carne da lagosta em rodelas e reserve.
Corte as batatas em cubos e cozinhe com sal, preferencialmente no vapor, mas não deixe amolecer demais senão vai desmanchar na hora de misturar com os outros ingredientes.
Depois que as batatas estiverem frias, coloque em uma vasilha.

Misture os ingredientes da maionese e confira se está bom de sal.

Misture delicadamente com as batatas e as rodelas de lagosta.
Coloque numa bela travessa e esprema ovos cozidos por cima.

Lave bem as carcaças da lagosta e coloque sobre o prato enfeitando.
Sirva com salada e arroz branco ou como fiz, com arroz basmati que eu adoro!

Soufleé de Abobrinha


Soufleé de Abobrinha (ou chuchu, ou brócolis ou outro legume à sua escolha)



3 abobrinhas médias
sal à gosto
1 colher (sopa) de manteiga ou margarina
1 cebola pequena bem picadinha
3 colheres (sopa) de farinha de trigo
1/2 xícara (chá) de leite
3 gemas
3 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado
salsinha à gosto bem picadinha
1 colher (chá) de fermento em pó
3 claras de ovo batidas em neve bem firme
parmesão suficiente para polvilhar a forma e para jogar por cima.


Preparo:

Não precisa retirar a casca da abobrinha, basta lavar bem. Corte ao meio e leve para cozinhar de preferência no vapor.

Depois de cozidas, retire da água ou do vapor e passe pelo ralador, parte grossa, ou pique bem miudinho.

Coloque a manteiga ou margarina numa panela e depois de derretida refogue a cebola.

Acrescente a farinha de trigo aos poucos e refogue mais.

Adicione o leite aos poucos, mexendo sem parar até engrossar (fica um molho branco só que mais grosso).

Retire do fogo e acrescente as gemas, uma a uma. Mexa rapidamente para não cozinhar demais.

Depois acrescente o queijo ralado, salsinha picada, o fermento em pó e a abobrinha.

Acrescente as claras em neve de-li-ca-da-men-te, misturando tudo.

Coloque a mistura em uma fôrma para suflê (redonda e alta) untada com manteiga e polvilhada com queijo ralado.

Leve ao forno quente, pré aquecido, 200º até dourar.

Sirva imediatamente.

Dica:

Você pode substituir as abobrinhas por chuchus, brócolis, milho, ou outro legume do seu gosto.

Frango ao creme de milho e cebola





Quer uma receita fácil, rápida e bem gostosa com frango?
Aqui está:


Aproximadamente 500 gramas de peito de frango (ou sobre coxa sem pele)
1 pacote de creme de cebola
1 lata de milho verde (de preferência da marca Bonduelle)
1/2 copo de requeijão
1 caixinha de creme de leite
batata palha (opcional)
Bater no liquidificador:

creme de cebola, milho, requeijão e o creme de leite.

Colocar o frango (se for peito divida ao meio) numa forma refratária untada com óleo.

Atenção! Sem nenhum tempero.

Espalhar por cima o creme batido no liquidifcador.

Levar ao forno preaquecido, mais ou menos 200º até ficar dourado.

Se desejar espalhe batata palha por cima e sirva em seguida.

Para acompanhar um delicioso arroz branco.

Se puder faça o arroz basmati que é uma delícia e acompanha muito bem.

sábado, maio 23, 2009

Cuca de banana

Cuca de Banana
10 bananas d'agua
3 xicaras de farinha de trigo
1 xicara de açucar
1 pitada de sal
3 colheres de café de fermento
2 tabletes de manteiga
3 claras de ovo batidas em neve
canela e açúcar para polvilhar
Unte um tabuleiro com manteiga e polvilhe com farinha de trigo
Colocar uma camada de bananas cortadas na longitudinal
Misturar a farinha com o açúcar, o fermento e o sal
Espalhe um pouco da mistura de farinhas sobre as bananas e sobre a farinha "lascas" de manteiga
Repita mais duas camadas.
Bata as claras em neve firme e espalhe sobra a massa.
Leve ao forno e quando sair polvilhe com açúcar e canela.

segunda-feira, abril 06, 2009

Linguado em crosta de quinoa acompanhado de banana da terra




Sempre que vou ao Restaurante do Claude Troisgros peço este prato. De tanto que gosto resolvi fazer em casa.
Estava com 2 filés de linguado na geladeira quando lembrei que poderia “tentar” a receita.
Utilizei:
2 filés de linguado temperados com sal, alho e gotinhas de limão.
Banana da terra assada, que preparei um dia antes e ao invés de fritar assei (na verdade seriam usadas numa sobremesa!)
Depois de descascadas, fatiei na longitudinal. Coloquei num tabuleiro untado com manteiga e pincelei com manteiga. Levei ao forno até dourar.
Puré de batata baroa
Pois é… Quando fui pegar as batatas baroas descobri que só tinha uma,
então completei com uma batata inglesa e confesso: - ficou uma maravilha, vou até passar a fazer assim, misturando as batatas.
Detalhe: as batatas foram cozidas separadamente, pois cada uma tem um tempo de cozimento.
A propósito, eu cozinho no microondas. Como?
coloco as batatas descascadas e fatiadas dentro de um saco plástico próprio para MO e deixando um pouco aberto levo pra cozinhas uns 2 ou 3 minutos. Tudo depende da quantidade de batatas. Costumo fazer isto com outros legumes. Além de cozinhar mais rápido, os ingredientes não perdem suas propriedades como quando cozidos na água. E no vapor, que tb gosto muito, leva mais tempo.
Voltando à receita…
… depois das batatas cozidas, passo pelo espremedor, tempero com sal e junto umas 2 colheres de sopa de creme de leite fresco e um pouco de parmesão ralado.
Os linguados temperados lambuzo com azeite e passo pela quinoa (pré cozida), aperto bem e frito numa mistura de óleo e azeite.
Aí é só fazer a montagem:
Utilizei um aro (pra ficar bem redondinho) e coloquei o puré, retirei o aro e coloquei por cima as bananas e sobre estas o peixe.
Querendo coloque um pouco de balsâmico glacê por cima e se delicie!

Visite: http://www.claudetroisgros.com.br/

quarta-feira, março 18, 2009

Arroz de açafrão com cogumelos Paris


Aqui quase pronto...






Esta receita é ótima para acompanhar os Camarões Al Ajilo (receita abaixo)

2 xícaras de arroz branco, tipo agulhinha (uso o Tio João)
1 envelope de açafrão (verdadeiro) Eu usei um que comprei na Espanha, em Vigo e lamentei não ter comprado mais, snifff.... Aceito que me enviem de presente rssss...
Azeite
1 ou 2 cebolas bem picadas
3 dentes de alho amassados
Cogumelos Paris, lavados, limpos, secos e fatiados
(se desejar utilize champignones em conserva, tb fatiados)

Refoque a cebola e o alho no azeite, acrescente os champignones, refogue mais um pouco.
Junte o arroz e refogue mais um pouco e aos poucos acrescente o açafrão diluído em água quente.

Camarão Al Ajilo (alhos)






Esta receita é sucesso garantido!

Não vou colocar quantidades, tudo vai depender do número de comensais,
mas você vai precisar de:
Camarões, muitos alhos, pimenta calabresa, vinho branco seco e azeite.

Utilize camarões médios, de preferência o tipo "ferro" porque é mais saboroso e é de mar.
Descasque e limpe deixando a cauda com a casca.
Tempere com sal.
Numa panela de fundo largo ou uma frigideira grande refogue no AZEITE (neste caso não use o extra virgem, se for usar acrescente um pouco de óleo (canola) para que o azeite não esquente demais) os alhos fatiados, muitos, muitos!!!


A seguir acrescente os camarões, refogue mexendo sempre até que fiquem vermelhos, cozidos, MAS POR FAVOR não cozinhe e/ou frite demais, senão os camarões ficarão endurecidos! Atingindo a cor vermelha jogue um cálice de vinho branco seco (please: de boa qualidade e de prefeência o mesmo que irá servir).
Junte pimenta calabresa (fundamental) na quantidade que achar que deve LOL. Eu coloco bem picante porque todos gostam.

Sirva imediatamente

FOLHEADO DE CHICÓRIA OU ESCAROLA COM AZEITONAS PRETAS




Esta receita é super fácil e muito prática!
1 embalagem de massa folheada Arosa (ou outra de sua preferência)
1 maço de chicórea que depois de lavada deverá estar bem seca e cortada em pequenos pedaços (de preferência rasgue com a mão, não use faca)
1 cebola grande e cortada em pedaços de mais ou menos 2cm
Azeitonas pretas grandes sem caroço e cortadas em pedaços grandes (pode usar a calabresa, fica mais picante)

Preaparo:

Retire a massa do freezer e deixe descongelar naturalmente.
Abra sobre um tabuleiro retangular ligeiramente untado com óleo, enquanto prepara o recheio.

Recheio:
Refogar a cebola no azeite, juntar a chicória e refogar ligeiramente (repito, ligeiramente).
Juntas os pedaços de azeitonas, temperar com sal e pimenta do reino moída na hora ou pimenta calabresa (pouco).
Deixar esfriar e colocar sobre a massa que já foi aberta. Fechar como envelope, passar uma gema por cima e levar ao forno até dourar.
Obs.: Se tiver com temp, antes de levar ao forno leve à geladeira por uns 15 minutos e depois imediatamente ao forno que já deverá estar quente, aproximadamente à 180º
Este choque térmico fará com que o folheado "estufe" mais!

Esclarecendo:
Escarola é uma verdura parecida com a alface, mas suas folhas são mais duras, de um verde mais escuro e sabor amargo. Muitas vezes, ela é confundida com a chicória, mas é bom esclarecer que escarola, chicória e almeirão são três tipos de verduras diferentes, e que a única coisa que têm em comum é o sabor um pouco amargo. A escarola tem poucas calorias e é muito rica em vitaminas e sais minerais. Além disso, contém muita celulose, sendo recomendada para pessoas que tem problemas intestinais. Também é ideal para integrar uma dieta de emagrecimento porque não contém gorduras.Compre a escarola que tenha folhas firmes, viçosas, de cor verde bem acentuada, sem manchas nem marcas de insetos. Não compre as que apresentem folhas murchas ou queimadas pelo sol. Se quiser uma escarola que não seja muito amarga, escolha a de cor mais clara, porque quanto mais escuro é o verde das folhas, mais acentuado é o seu sabor.

PS.: Se gostar coloque alguns tomates seco sobre as folhas antes de fechar a massa. Também fica muito gostoso assim!

quarta-feira, agosto 06, 2008

Bolo de Maçã com Canela

Bolo de Maçã com Canela





Estava há muito tempo pra fazer esta receita que peguei no blog da Valentina
e como minha mãe vem pra cá amanhã passar uns dias comigo, resolvi recebê-la com esta receita.
Fiz pequenas modificações, só para ajustar


Ingredientes:

2 xícaras de farinha de trigo
2 colheres de chá de fermento para bolo
1 colher de chá de sal
2/3 xícara de óleo de canola ou de amendoim
1 xícara de açúcar
2 ovos grandes em temperatura ambiente
1 xícara de leite
1 colher de chá de extrato de baunilha
600g de maçãs (mais ou menos 3 grandes - vermelhas)
½ xícara de açúcar misturada com 1 colher de chá de canela

Forma de furo untada e polvilhada.
Eu usei sem furo e de silicone e só untei.

Pre-aqueça o forno à 190oC.Numa tigela peneire a farinha, o sal e o fermento e reserve.

Numa vasilha maior coloque o óleo, o açúcar e os ovos e bata por aproximadamente 3 minutos
até que a mistura fique bem macia. Acrescente os ingredientes secos
em três partes, altenando com o leite e baunilha,
batendo bem após cada adição.
Numa vasilha menor coloque metade das maças e metade da mistura
com açúcar e canela para cobrir as maças.
Coloque estas maças na massa. Derrame a massa na forma , e o restante
das maças vão por cima. Pegue o restante da mistura de açúcar
e canela e jogue igualmente por cima do bolo. Asse por aproximadamente 60-70 minutos.
Retire o bolo do forno e deixe esfriar por aproximadamente 1 hora na forma.
Só então desinforme.

Bem...Eu não resisti esperar 1 hora e com 40 minutos já estava provando e quase ajoelhando pra comer!
Ficou deliciosa. Faça que você não vai se decepcionar.

Filé à Montagu

Um dos meus restaurantes preferidos no Rio de Janeiro (Barra da Tijuca)
é o Bistrô Montagu que faz parte da
Associação dos Restaurantes da Boa Lembrança.


Para homenageá-lo vou colocar uma das minhas pedidas preferidas .

Filé a Montagu

Modo de Preparo

Molho
Numa frigideira aqueça manteiga e azeite e refogue a cebola muito bem, sem deixar dourar.
Junte o vinho da marinada, o tomilho e o alecrim, o louro, a salsa,
o vinho do Porto e o balsâmico e deixe reduzir.
Junte o caldo de carne. Deixe cozinhar em fogo baixo reduzindo.
Passe pelo chinois pressionando para
retirar o máximo de líquido dos sólidos. Reserve.
Amasse com um garfo 1 colher de sopa de manteiga
com a farinha até obter um creme em consistência de pomada.
Misture com um pouco de caldo e acrescente ao molho,
mexendo com um fouet (ou garfo se não tiver)
Cozinhe em fogo brando até desaparecer o gosto da farinha.
Reserve.

Filés
Tempere o filé com sal e pimenta.
Aqueça uma frigideira com uma colher de sopa de manteiga e algumas gotas de azeite.
Grelhe o tournedo no ponto desejado, dourando-o de ambos os lados.
Transfira-o para um prato e mantenha-o aquecido.
Tempere a fatia de foie gras com sal e pimenta.
Aqueça bem uma frigideira de fundo grosso.
Doure rapidamente de ambos os lados. Retire do fogo e monte o prato.

Montagem
Coloque 1 medalhão de filé em cada prato de serviço.
Disponha sobre cada um uma fatia de foie gras.
Coloque um flã ao lado de cada filé.
Regue com o molho.
Enfeite com um ramo de tomilho e alecrim.
Sirva imediatamente.

Mousse de Chocolate da Zefinha



Ingredientes:
250 gramas de chocolate em tablete meio amargo
200 gramas de manteiga fresca e sem sal
10 gemas
10 colheres de sopa de açúcar
2 colheres de sopa de conhaque, whisky ou rum (ou licor de menta)
2 colheres de chá de essência de baunilha
10 claras em neve
chantilly, cerejas e/ou chocolate granulado para enfeitar

Modo de fazer:
Quebre o chocolate em pequenos pedaços, junte a manteiga e dissolva em banho-maria. Ou coloque no micro ondas por 30 segundos, somente o chocolate. Mexa, coloque a manteiga em pedaços e leve mais 1 minuto. Bata as gemas na batedeira, até esbranquiçarem e dobrarem o volume. Mais ou menos 8 minutos. Junte o açúcar e continue batendo até obter um creme perfeito. Sem parar de bater, vá adicionando o conhaque, o chocolate derretido e ainda morno e a baunilha. Por último, as claras em neve, misturando bem, mas com o cuidado de não bater com força para que a mousse fique leve e fofa. Coloque em uma taça grande ou em taças individuais. Leve à geladeira até o dia seguinte. Decore com chantilly em flor, no centro coloque uma cereja ou enfeite ao seu jeito.

Esta sobremesa fica muito melhor se preparada um dia antes.

Pêras ao vinho tinto

Pêras ao vinho tinto



4 pêras portuguesas ou william
½ garrafa de vinho tinto (se puder use um Malbec)
½ xícara (chá) de mel
6 cravos da índia

Sorvete de creme ou baunilha para acompanhar

Descasque as pêras,
retire um pouquinho da base para que elas fiquem em pé (se for preciso)
e cozinhe no vinho tinto com o mel por 20 à 30 minutos,
ou até que o vinho se transforme numa calda cremosa.

Retire, coloque sobre o prato de servir, jogue um pouquinho da calda
que se formou e sirva com uma bola de sorvete de creme ou baunilha.

Dica: De vez em quando, com uma colher, jogue um pouco do vinho sobre as pêras,
já que elas não ficarão submersas neste

ROCAMBOLE DE MORANGOS







Massa:
6 claras em neve
6 colheres de sopa de açúcar
6 gemas
6 colheres de sopa cheias de farinha de trigo
1 colher de sopa rasa de fermento em pó
1 colher de sopa cheia de amêndoas torradas e moídas



Recheio:
Chantilly e morangos

Decoração:
Morangos
chantilly
amêndoas torradas

Preparo:
Bater as claras em neve.
Acrescentar o açúcar e bater mais um pouco.
Juntar as gemas, uma a uma e bater mais.
Parar de bater e juntar as amêndoas moídas,
a farinha e o fermento, peneirados,
e misturar delicadamente.

Colocar numa forma untada e polvilhada.
Pode colocar no papel manteiga também
Eu usei uma "forma" de "silpat"

Retirar do forno assim que estiver douradinho.
Virar sobre um pano de prato úmido e polvilhado com açúcar.
Enrolar e deixar uns 15 minutos pra pegar o formato.

Abrir e rechear com os morangos fatiados que foram
misturados com o chantilly.
Fechar, enrolando com a ajuda do pano de prato.
Passar para o prato de servir e enfeitar como na foto
ou ao seu jeitinho.
Levar à geladeira.

Esta massa é ótima e você pode colocar o recheio que quiser.
Pode cortar em dois retângulos e rechear fazendo camadas.
Sugestões:
Doce de leite, Nutela, goiabada derretida com catupiry, etc...

Encontrei esta receita num caderninho de receitas da minha avó e desde os 15 anos faço e passo aos amigos, porque é uma receita muito fácil e rápida de fazer e ainda podemos variar muito com os recheios.

BOLO FORMIGUEIRO DE CENOURAS

BOLO FORMIGUEIRO DE CENOURAS

Receita do Chef Álvaro Rodigues


Ingredientes

4 ovos tipo jumbo (60 g cada), inteiros
4 cenouras médias, raspadas e picadas (400 g)
2 xícaras (chá) de açúcar refinado (360 g)
3/4 xícara (chá) de óleo de milho (180 ml)
1 e 3/4 xícara (chá) de farinha de trigo (210 g)
1/3 xícara (chá) de farinha de amêndoas ou de castanhas (35 g)
1/3 xícara (chá) de coco ralado seco, hidratado ou fresco (40 g)
1 colher (chá) de essência de baunilha de boa qualidade
1/3 xícara (chá) de chocolate granulado de boa qualidade (60 g)
1 colher (sopa) de fermento em pó

Modo de Fazer

Bata no liquidificador os quatro primeiros ingredientes até obter um creme homogêneo. Coloque a mistura obtida em uma tigela grande, agregue os demais ingredientes e envolva delicadamente até obter uma massa homogênea. Distribua a massa em uma fôrma com furo central, de 24 cm de diâmetro, untada e enfarinhada e asse em forno pré aquecido à 200ºC até que o bolo esteja dourado e firme ao toque. Deixe esfriar completamente, espalhe a cobertura e decore a gosto.

Cobertura

100 g de chocolate meio amargo bem picado
25 g de manteiga extra sem sal, macia
1 xícara (chá) de açúcar de confeiteiro, peneirado (125 g)
3 colheres (sopa) de cacau em pó peneirado (30 g)
4 colheres (sopa) de leite frio (aproximadamente 60 ml)

Modo de Fazer

Em uma panela pequena coloque todos os ingredientes, leve em fogo baixo, mexendo sempre, até obter um creme brilhante e que envolva as costas da colher. Empregue o creme ainda quente sobre o bolo frio, deixe esfriar e decore.

Decoração

raspas de chocolate ou chocolate granulado
cenourinhas de marzipã ou de pasta americana

PASTELÃO ITALIANO

PASTELÃO ITALIANO





Massa

  • 450 g de farinha de trigo

  • 200 g de manteiga extra sem sal, gelada e picada

  • 50 g de queijo parmesão ralado fino

  • 1 colher (chá) de sal/ 1 colher (café) de fermento em pó

  • 200 g de requeijão cremoso (de bisnaga – próprio para pizzas)

  • 1 ovo médio (50 g), ligeiramente batido


Modo de Fazer

Bata no processador a farinha de trigo, a manteiga, o parmesão, o sal e o fermento até obter uma farofa úmida. Junte os demais ingredientes e bata novamente até obter uma massa homogênea. Embrulhe a massa obtida em papel alumínio ou filme plástico e leve à geladeira por algumas horas ou até o dia seguinte. Em seguida, abra a massa sobre a bancada levemente enfarinhada, corte com cortador redondo no diâmetro desejado, aplique uma boa porção do recheio, pincele clara de ovo nas bordas e feche dando o formato de um pastel, pressionando bem. Por último, pincele com ovo batido, salpique por cima com a cobertura e asse em forno preaquecido à 180ºC até que estejam bem dourados. Sirva morno.

Recheio

  • 50 ml de azeite extra virgem

  • 4 dentes de alho bem socados

  • 75 g de anchovas no óleo, escorridas e bem picadas

  • 500 g de cebolinha verde fresca, lavada e picada

  • 75 g de uvas passas brancas aferventadas e escorridas

  • 1 colher (chá) rasa de sal

  • molho de pimenta a gosto

  • 1 colher (sopa) cheia de farinha de trigo (20 g)


Modo de Fazer

Em uma panela média aqueça o azeite e refogue o alho. Junte as anchovas e refogue rapidamente. Em seguida, agregue a cebolinha picada, as uvas passas e refogue até murchar e cozinhar sutilmente, temperando a gosto. Por último, polvilhe a farinha de trigo por cima em “chuva” e mexa até ferver novamente e engrossar ligeiramente. Deixe esfriar e empregue na montagem.

Cobertura

100 g de queijo parmesão ralado grosso
1 colher (sopa) de orégano seco

Modo de Fazer

Em uma tigela misture o queijo e o orégano e empregue.

Dicas do Chef:

- O uso da cebolinha verde no preparo deste pastelão italiano surpreende a todos. O sabor final é delicioso, fica extremamente leve e lembra muito algum tipo de verdura como escarola ou mesmo acelga.
- Caso queira, substitua a cebolinha por qualquer outro tipo de verdura refogada.
- Para variar, prepare esta receita no formato de uma torta salgada normal, cobrindo-a com tiras de massa que formarão um xadrez. Por último, pincele a superfície da torta com ovo batido e um fio de azeite coe asse até dourar.
- O congelamento será de até 90 dias.
-

Trata-se de uma receita muito antiga e original da Calábria, mas especificamente da cidade de Santa Domênica, bem ao sul do país. Esta receita foi concedida pela Sra. Flora Esteves para o meu querido Chef Álvaro Rodrigues que a apresentou no programa Bem Família (Band).

Torta de Banana Mascava



Estava com 3 bananas muito maduras e antes que ficassem incomíveis,
resolvi fazer uma tortinha usando açúcar mascavo.
A massa crua ficou deliciosa (adoro passar o dedo na colher!)
Quase que devoro tudo, assim mesmo, antes de assar!
Sem contar que a massa fica com um cheirinho.....
Delicioso!

Vamos à receita

Massa:
3 ovos inteiros
1/2 xícara de yogurte
1 colher de chá de essência de baunilha
1 xícara de chá de açúcar mascavo
2 colheres de sopa de manteiga sem sal em temperatura ambiente
1 1/2 xícara de chá de farinha de trigo
1 colher de sopa de fermento em pó

Para cobrir:
3 bananas em rodelas
passas brancas (ou escuras)
açúcar cristal
canela em pó

Preparo:

Coloque os ingredientes da massa no liquidificador,
na ordem apresentada.
Bata por alguns segundos somente para misturar. Desligue.
Abra o copo para conferir e, caso encontre pedaços de farinha de trigo,
raspe as beiradas e ligue novamente por uns três segundos.
Coloque na forma.
Sobre a massa espalhe passas e sobre elas
fatias de banana e depois açúcar cristalizado e canela em pó.
Leve ao forno a 190 graus.
No meu levou aproximadamente 40 minutos.

Retire do forno quando estiver douradinho por cima
e deixe esfriar uns 5 minutinhos.

sexta-feira, janeiro 25, 2008

Creme Capuccino

É gostosinho... e fácil de fazer...

Ingredients:
1 colher (sops) de Nescafé Original
1 caixinha de Creme de Leite Light Nestlé
1 lata de Leite Moça Desnatado
1/2 colher (chá) de canela em pó
1 colher (sopa) de Chocolate em Pó Solúvel Nestlé

Directions:
Dissolva o Nescafé em uma colher (sopa) de água e bata no liquidificador com o creme de leite, o leite moça e a canela até obter um creme homogêneo.
Distribua em taças e leve para gelar por 6 horas.
Retire da geladeira, polvilhe com o chocolate e sirva a seguir.
...

BLOG ORIGINAL, ONDE TUDO COMEÇOU:

http://www.culinariadazefinha.blogger.com.br/

Aos poucos ficarei só por aqui.

segunda-feira, dezembro 31, 2007

Aniversário do maridinho fiz um bacalhau que ele adora

Bacalhau da Zefinha Espanhola

1 posta de bacalhau dessalgado (sem pele)
batatas descascadas e cortadas em rodelas
pimentões sem pele fatiados
cebolas fatiadas
alhos em lascas
tomate (de preferência o espanhol) sem peles e sem sementes
azeite, muito azeite, pimenta do reino moída na hora e sal

Coloque água pra ferver e só então coloque a posta de bacalhau.
Deixe uns 10 minutos no máximo, retire e coloque as batatas nessa
mesma água. Deixe ferver um pouco, não cozinhe demais!
Escorra e coloque tudo num refratário com azeite. Coloque todo alho sobr eo bacalhau.
tempere com pimenta e sal. Regue com azeite, com fartura e leve ao forno.

Para acompanhar um maravilhoso vinho verde
Alvarinho - Muros de|Melgaço




domingo, novembro 25, 2007

Pêras ao vinho tinto




4 pêras portuguesas ou william
½ garrafa de vinho tinto (se puder use um Malbec)
½ xícara (chá) de mel
6 cravos da índia

Sorvete de creme ou baunilha para acompanhar



Descasque as pêras,
retire um pouquinho da base para que elas fiquem em pé (se for preciso)
e cozinhe no vinho tinto com o mel por 20 à 30 minutos,
ou até que o vinho se transforme numa calda cremosa.

Retire, coloque sobre o prato de servir, jogue um pouquinho da calda
que se formou e sirva com uma bola de sorvete de creme ou baunilha.

Dica: De vez em quando, com uma colher, jogue um pouco do vinho sobre as pêras,
já que elas não ficarão submersas neste.

domingo, outubro 28, 2007

Pêras com presunto





Vi esta receita no Blog da Valentina
e fiquei com muita vontade de experimentar, pois adoro pêras, principalmente em saladas.
Ela não diz na receita qual o tipo de pêra que usou então eu resolvi comprar as pêras portuguesas, mas da próxima vez vou experimentar com outra (DÁnjou, talvez).
As pêras portuguesas são mais saborosas (e mais caras), mas são mais duras de modo que eu tive que retirar as pêras do forno após 15 minutos e levar ao micro-ondas por 5 minutos para acelerar o cozimento. Depois voltei com elas para o forno já sem o papel alumínio.
Tenho certeza que com outro tipo de pêra, no caso a D'Anjou, o tempo de forno será exatamente o descrito na receita.
Convidei um casal amigo para testar a receita e eles adoraram!
Meu amigo que é super exigente e um "gourmet" disse que foi a melhor entrada que ele já comeu na vida.
Vindo dele... Acreditei e fiquei agradecida, ou melhor, agradecida à ValenTina que me apresentou,
ou melhor, presenteou, com esta deliciosa receita.

Ingredientes:

Pêras

Presunto de Parma (ou presunto crú) – uma a duas fatias por pêra

Folhas verdes (rúcula, alface romana, roxa, crespa)

Queijo gorgonzola ou roquefort

Creme de leite fresco dissolvido num pouquinho de leite


Ligue o forno – 160oC.


Descasque as peras,cortae um pouquinho a base (para que a pera depois possa ficar em pé) e retire o miolo pelo fundo com ferramenta apropriada.
Mantenha o formato, não destrua a fruta.
A cavidade dever ser grande o suficiente para você rechear com o queijo.
Pegue a pêra recheada, envolva cada pêra com uma fatia do presunto, coloque numa forma refratária rasa, regue com o creme de leite, envolva com papel alumínio e leve ao forno por 15 minutos.
Após os 15 minutos retire o papel alumínio e devolva ao forno assando por mais 20 minutos.

Retire do forno e ponha de lado para esfriar um pouco.
Enquanto isso prepare os pratos de salada individuais:
forre cada um com uma quantidade de folhas verdes.
Transfira as pêras para os pratos, e regue com molho Teryaque (já comprado pronto, eu recomendo da marca Bazzar)
ou redução de balsâmico.

terça-feira, outubro 23, 2007

Salada de folhas e abacaxi




Salada de folhas e abacaxi

Ingredientes
1 alface lisa
1 abacaxi-pérola
1 alface roxa
1 alface crespa
200 g de gorgonzola
ciboulette e tomilho para decorar

Molho
100 ml de azeite
100 ml de iogurte
100 ml de shoyu
100 g de hortelã
10 ml de mel
Sal e pimenta-do-reino a gosto



Preparo

Molho
Misture a hortelã picada, o iogurte e o mel (para quebrar a acidez). Tempere com sal e pimenta e reserve.
Em outra vasilha, misture o azeite e o shoyu, até que este incorpore bem e reserve.

Preparo do abacaxi
Higienize as folhas. Descasque e corte o abacaxi em fatias finas. Faça um bouquet com as folhas folhas e corte o gorgonzola em lascas.

Montagem

Faça um leito com as fatias de abacaxi. Centralize cada buquê no prato e disponha as lascas de gorgonzola sobre o abacaxi e as folhas. Distribua o molho de iogurte sobre o abacaxi e o de azeite, sobre as folhas. Decore com tomilho e ciboulette.

terça-feira, outubro 09, 2007

ROCAMBOLE DE MORANGO DA ZEFINHA




Rocambole de Morangos
Massa:
6 claras em neve
6 colheres de sopa de açúcar
6 gemas
1 colher de sopa rasa de fermento em pó
1 colher de sopa cheia de amêndoas torradas e moídas

Recheio:
Chantilly e morangos

Decoração:
Morangos
chantilly
amêndoas torradas


Preparo:
Bater as claras em neve.
Acrescentar o açúcar e bater mais um pouco.
Juntar as gemas, uma a uma e bater mais.
Parar de bater e juntar as amêndoas moídas,
a farinha e o fermento, peneirados,
e misturar delicadamente.

Colocar numa forma untada e polvilhada.
Pode colocar no papel manteiga também
Eu usei uma "forma" de "silpat"

Retirar do forno assim que estiver douradinho.
Virar sobre um pano de prato polvilhado com açúcar.
Enrolar e deixar uns 15 minutos pra pegar o formato.

Abrir e rechear com os morangos fatiados que foram
misturados com o chantilly.
Fechar, enrolando com a ajuda do pano de prato.
Passar para o prato de servir e enfeitar como na foto
ou ao seu jeitinho.
Levar à geladeira.


Esta massa é ótima e você pode colocar o recheio que quiser.
~Pode cortar em dois retângulos e rechear fazendo camadas.
Sugestões:
Doce de leite, Nutela, goiabada derretida com catupiry, etc...

domingo, setembro 30, 2007

Bobó de Camarão

INGREDIENTES:
1 Kg de camarões frescos
sal
3 dentes de alho picados e amassados
suco de 1 limão
pimenta do reino
1 Kg de aipim (mandioca)
(Eu comprei na feira, que já vem sem casca e é bem mais prático)
2 cebola grande picadas

1 folha de louro
1/4 de cebola

6 colheres de sopa de azeite de oliva
1 vidros de leite de coco
1 maço de cheiro verde picado
1 porção de coentro picado (á gosto)
1 lata de molho pronto de tomates(ou frescos, triturados na hora)
1 pimentão vermelho bem picadinhos
1 colheres de sopa de azeite de dendê


MODO DE PREPARO:


Limpe os camarões e tempere com sal, alho e pimenta do reino. Reserve.

Cozinhe o aipim (mandioca) em pedacinhos com 1 folha de louro e ¼ de cebola.
Depois de cozido(a) acrescente um vidro de leite de coco,
deixe esfriar um pouco e bata no liquidificador (coloque aos poucos)

Noutra panela, aqueça o azeite, junte a cebola picada, o alho, o pimentão e deixe dourar.

Acrescente os camarões e frite, ligeiramente.
Adicione o molho de tomate, cheiro verde, coentro e deixe cozinhar por alguns minutos.
Adicione a pimenta (tabasco) e o azeite de dendê e deixe apurar um pouco.

Junte na mesma panela o aipim(mandioca) batido no liquidificador,
deixe levantar fervura e está pronto.
Sirva com um arroz branco.

Pudim de Pão da Zefinha



Ingredientes:

Caramelo
1 1/2 xícara de açúcar
1 colher (chá) de suco de limão
5 colheres (sopa) de água

Massa
1 litro de leite
6 ovos grandes
2 xícaras de açúcar
¼ xícara de uvas passas
1 dose de rum
5 pães (pequenos) franceses amanhecidos


Modo de Preparo:
Coloque as uvas passa para reidratar no rum (ou outra bebida alcoolica, pode ser conhaque, whiske, até mesmo num licor)

Prepare o caramelo misturando o açúcar, água e suco de limão.
Coloque em uma pequena panela e leve ao fogo até obter um tom dourado.
Retire e despeje o caramelo em uma fôrma de bolo (com buraco no meio).
Gire bem a fôrma para caramelizá-la por inteiro, tomando cuidado para não se queimar.
Bata no liquidificador os ovos, leite e açúcar.
Coloque os pães cortados em fatias finas alternando com a mistura de leite na forma.
Regue com um pouco da mistura de leite e salpique com algumas uvas passas.
Repita a operação até acabarem os ingredientes.
Deixe descansar por 1 hora para que o pão absorva os líquidos.
Isto é muito importante! Não pule esta etapa!
Cubra com papel alumínio e asse em forno médio por 40 minutos.
Retire o papel e asse por aproximadamente 20 minutos.
Deixe esfriar apenas um pouco e colocando o prato de servir sobre a forma, desvire-a para retirar o pudim com a calda ainda derretida. Use um pano de pratos para não se queimar.
Leve à geladeira, coberto com a propria forma, de um dia para o outro.
Dica:
Passe as gemas por peneira antes de misturar ao leite.

Bolo de Iogurte

BOLO DE IOGURTE
Receita do Chef Álvaro Rodrigues

Ingredientes

3 ovos grandes
1 copo de iogurte natural (200 g)
2 copos de açúcar refinado peneirado
1/2 copo de óleo de milho ou canola
3 copos de farinha de trigo peneirada
1 colher (sopa) de fermento em pó
1 colher (sopa) de raspas de laranja ou limão
1 pitada de sal

Modo de Fazer

Bata no liquidificador os ovos, o iogurte, o açúcar e o óleo, até obter um creme liso e brilhante. Junte os demais ingredientes, exceto as raspas e bata novamente até obter uma massa lisa e homogênea. Por último, acrescente as raspas e envolva delicadamente. Coloque a massa em uma fôrma de furo central de 20 cm de diâmetro, untada e enfarinhada. Leve ao forno pré aquecido na temperatura de 180ºC, até dourar e espetando um palito, o mesmo saia limpo. Deixe o bolo amornar dentro da fôrma, desenforme sobre uma grade e empregue a cobertura.

Cobertura

250 g de açúcar de confeiteiro peneirado
1 colher (café) de manteiga macia sem sal
1 colher (chá) de raspas de limão
1/4 xícara (chá) de suco de limão coado

Modo de Fazer

Coloque todos os ingredientes em um refratário e leve ao fogo em banho-maria, até dissolver completamente o açúcar. Espalhe sobre o bolo frio e deixe secar naturalmente, decorando a gosto.

Bolo de coco "Toalha Felpuda"




A doçura deste bolo traz o aconchego que nos remete aos bons tempos de criança.
Se oferecido a uma delas, faz com que o pimpolho se aquiete até que a última migalha seja consumida!


Ingredientes

Bolo
200 g de manteiga
3 xíc. (chá) de açúcar
5 gemas
3 xíc. (chá) de farinha de trigo
1 xíc. (chá) de maisena
1 col. (sopa) de fermento em pó
200 ml de leite de coco
1 xíc. (chá) de leite
5 claras em neve (picos firmes)

Calda
2 xíc. (chá) de açúcar
1 xíc. (chá) de coco ralado
1 xíc. (chá) de água

Preparo

Bata a manteiga com o açúcar e as gemas até dobrar de volume.
Acrescente os ingredientes secos alternando, aos poucos,
com o leite de coco e o leite, misturando levemente com uma espátula até ficar homogêneo.
Junte as claras, misturando delicadamente com a espátula.
Coloque numa assadeira de fundo falso de 23 cm de diâmetro por 7 cm de altura,
untada e enfarinhada. Leve ao forno preaquecido a 170º C por 40 minutos.

Calda
Leve ao fogo o açúcar com o coco e a água,
e ferva até obter uma calda grossa.
Cubra todo o bolo, deixe esfriar e sirva.

quarta-feira, agosto 08, 2007


Sopa de Chitake

Para duas pessoas:
3 chitakes grandes, lavados e cortados em fatias e depois ao meio
1 cebola média bem picada
manteiga para fritar (mais ou menos 2 colheres de sopa)
3/4 de vinho tinto
700 ml de água com
1 tablete de caldo de galinha (eu usei o 0 por cento sem gordura)
8 torradinhas ou croutons (4 para cada tigelinha)
uma porção de queijo tipo gruyer ou outro que vc tenha em casa, ralado
uma porção de parmesão
pimenta a gosto
cuidado com o sal...eu não coloquei porque o caldo e os queijos jão são salgadinhos

Frite a cebola na manteiga e quando perder a cor branca,
junte os chitakes e frite até amolecer e dourar um pouco.
Como eu estava tomando um vinhozinho, aproveite e joguei um pouco,
mas é dispensável, embora tenha conferido um gostinho diferente e saboroso.
Adicionei o caldo de galinha e deixei ferver um pouco.
Joguei um pouquinho de pimenta moída e tranferi para as tigelas.
Coloquei 4 torradinhas em cada uma e por cima os queijos.
Levei para gratinar. (forno elétrico ou a gás, você escolhe!)

sexta-feira, junho 22, 2007

Blog original:
http://www.culinariadazefinha.blogger.com.br

Berinjelas Assadas


1 berinjela grande
3 tomates grandes (de preferência tipo italiano)
fatias de queijo à sua escolha
(nesta receita usei o gruyère)
orégano, manjericão seco, sal e azeite.
Primeira etapa:
Corte a berinjela em fatias (redondas) de mais ou menos 1 cm
e coloque na água com sal por pelo menos 15 minutos.
Após esse tempo, retire e cozinhe no vapor por mais +- 15 minutos. Reserve.
Corte os tomates em fatias um pouco
menor que um centímentro e coloque num tabuleiro untado
e leve ao forno por 15 minutos.

Preparo:

Coloque num tabuleiro untado as fatias de berinjela,
(uma ao lado da outra dando um espaço) por cima desta
coloque o queijo e sobre este uma fatia de tomate.
Espalhe um pouco de orégano, manjericão e um pouco de azeite.
Leve o forno até que derreta todo o queijo. Sirva imediatamente.
É fácil, é rápida e garanto, uma delícia!

quarta-feira, junho 13, 2007




SALADA DE COUSCOUS COM FOLHAS VERDES

1 1/2 xicara de água
1 caldo de galinha (prefira livre de gordura trans)
Coloque para ferver em seguida junte à
1 1/2 xícara de couscous
Mexa bem com um garfo, tampe e enquanto isso frite:
1 cebola pequena picada
2 dentes de alhos picados
1/2 pimentão vermelho, previamente assado sem pele e picado.
(eu assei primeiro o pimentão e depois coloquei tudo junto no processador)
Quando estiver douradinho junte ao couscus que estava reservado.
Nessa hora ele já deve ter absorvid o caldo de galinha e deve estar soltinho.
Mistue tudo, junte milho cozido (de lado mesmo), tampe e deixe reservado
em quanto prepara num prato as folhas verdes.
Sirva em seguida.
Dê uma caprichada no visual e coloque o couscus enformadinho no centro do prato!
Acredite, o sabor muda!

segunda-feira, junho 11, 2007





Camarão à La "Pepin-Ming"




Meu marido e eu somos fãs do programa Simply Ming
que passa na TV à cabo (Net), aqui no RJ canal 95.
Esse chef tem receitas maravilhosas e de vez em quando tendo fazê-las,
como esta receita de camarão. No caso, foi o seu convidado, Jacques Pepin,
quem levou e fez essa receita e meu marido decidiu que iríamos fazer hoje.
Fiz minhas adaptações, inclusive nas medidas, mas deu muito certo
e depois de pronta, quando fui comer...nooosssaaaa...que loucura!!!!
Que delícia, que sabor!
Fizemos vários brindes com um vinho branco chileno, o Trio, (chardonay).
Perfeito para o prato. Harmonizou muito bem.
Vamos à receita e as etapas:

Primeira etapa:



Faça uma "mousse de camarão" (é assim que ele chama) :



eu adaptei e usei
200 gramas de camarões frescos, crus, descascados e evicerados
1 ovo inteiro
2 colheres de sopa (rasas) de manteiga gelada e cortada em pedaços
1 colher de azeite de trufas
(eu usei esse por que tinha, mas se vc não tiver use outro,
embora faça diferença, pois depois de pronto notamos o "gostinho" de trufas)
sal à gosto (usei sal marinho moído na hora)
Coloque tudo no processador e depois transfira para uma tigela e leve à geladeira até a hora de usar.

Segunda etapa:
Pegue fatias de pão fresco (de preferência broa tipo italiana),
corte em pedaços e passe pelo processador. Reserve

Terceira etapa:







Montagem antes da fritura:
Reire a "mousse de camarão" da geladeira e coloque folhas de estragão picadas,
(não precisa ser fresca) mais ou menos uma colher de sopa e misture bem.
Pegue uns 5 camarões grandes e disponha num prato. Espalhe a "mousse de camarão"
por cima e sobre esta o pão ralado. Aperte bem com a mão. Vire e repita o processo.
Coloque numa frigideria uma colher de sopa (bem cheia) de manteiga e 2 colheres de sp de azeite
(deixe a frigideira aquecer antes e só depois coloque a manteiga e o azeite).
Leve o "empanado" de camarão à frigideria e deixe fritar por 3 minutos.



Vire e deixe mais 3 minutos ou até ficar douradinho.


Aproveitei que tinha molho teriyake (da Bazaar Especialidades) em casa
e experimentei e com certeza aprovei!
Fica muito bom também.
Sirva com uma saladinha de folhas verdes.

quinta-feira, maio 31, 2007

PÃO DOCE DA ZEFA

PÃO DOCE DA ZEFA

Costumo fazer este Pão Doce no formato de "rolls",




mas hoje foi minha "ajudante Joana" quem cortou, embora não tenham ficado redondinhos não modificou em nada o sabor.








Aqui antes de ir para o forno



Ingredientes:

50 gramas de fermento Fleischmann
300 ml. de leite morno
5 colheres de sopa de açúcar
2 colheres de sopa de óleo
3 gemas
1 colher de sobremesa de sal
5 xícaras de farinha de trigo
3 claras batidas em neve

PREPARO:
Desmanchar no leite morno o fermento.
Juntar o açúcar, o óleo, as gemas, o sal e a farinha aos poucos, misturando bem.
Por último juntar as claras em neve, delicadamente.
Colocar numa vasilha, cobrir com um pano e deixar crescer.

Enquanto a massa cresce faz-se uma pasta para o recheio com:
150 gramas de manteiga (temperatura ambiente)
1 xícara de açúcar
5 colheres de sobremesa de canela em pó (ou à gosto)

Depois da massa crescida, esticar com um rolo, fazendo um retângulo.
Espalhar sobre a massa estendida a pasta feita com manteiga e açúcar, canela
(se desejar, espalhe algumas passas sem caroço).
Enrolar como um rocambole e cortar em pequenos toletes (de mais ou menos 2,5cm).
Untar um tabuleiro e colocar separados os pedaços de pãezinhos deixando crescer mais um pouco.
Levar ao forno quente. Mais ou menos 220 graus.

Enquanto isto, prepare a cobertura com:
1 xícaras de açúcar (de preferência o de confeiteiro)
1xícara de leite
É só desmanchar o açucar no leite batendo bem (pode ser com garfo ou colher)
Despejar este glacê por cima dos pãezinhos assim que retirá-los do forno.
Hum que delícia!!!!!!!!!!

Dicas:
* Se quiser, pode colocá-los em uma forma redonda, ´
um ao lado do outro, antes de ir ao forno,
para se fazer uma bela rosca.
** Pode rechear com "nutela", como fiz com estes aqui, fica bom demais!
Foi o preferido da Joana.

Anote e guarde bem esta receita. Você vai ser fã dela.